Faixa publicitária
Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

CTT: Trabalhadores do distrito de Portalegre em greve a 26 e 27 de Abril

Os trabalhadores dos CTT do distrito de Portalegre vão fazer uma greve geral a 26 e 27 de Abril, contra o agenciamento de pessoal não pertencente ao quadro para os giros de distribuição da correspondência.

"Os motivos desta greve têm a ver com a falta de trabalhadores dos CTT no distrito de Portalegre, a qual está a ser compensada de alguma maneira com recurso ao agenciamento de pessoal para os giros de distribuição da correspondência", disse à agência Lusa Amável Alves da direção do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações.

Durante os dois dias da greve, que se inicia às 00:00 horas do dia 26 de Abril e termina às 24.00 horas do dia 27 de Abril, os trabalhadores querem também que seja pago o subsídio de deslocação, além de alegarem que estão a ser encerradas estações do correio no distrito e se preparam para encerrar ainda mais.

BRIGADA 14 DE JANEIRO: 25 de Abril é na estrada

Desde há uns anos que na mais simbólica data de Abril, a Brigada 14 de Janeiro tem participado, de norte a sul do país, em diversos eventos musicais, e este ano não foge à regra!

O calendário quis que as festas da Páscoa fossem aglomeradas às celebrações do 37º aniversário da Revolução de Abril e, assim sendo, no Domingo de Páscoa, a 24 de Abril, pelas 22 horas, o grupo estará a comemorar a efeméride na freguesia de Carvoeira, em Torres Vedras.

Já no dia 25 Abril, às 22 horas, o som da Brigada 14 de Janeiro chegará de novo ao Baixo Alentejo e, desta vez, a um concelho de grandes cantores e poetas: Castro Verde. Na localidade de Entradas também se canta Zeca Afonso e Fausto por estas datas e, este ano, será a Brigada 14 de Janeiro que terá o prazer de interpretar os "cantautores" da revolução!

25 de Abril é na estrada! É assim que se puxam as raízes e as lembranças populares!

ELVAS: Milhares de pessoas na Ajuda para celebrar a Páscoa

Milhares de pessoas escolhem as margens do rio Guadiana, na Ajuda, em Elvas, para saborear o tradicional borrego no campo, cumprindo uma tradição secular, mas o tema da crise fica fora da ementa.

Pelas margens do Guadiana, na fronteira entre Elvas e Olivença (Espanha), os convivas, que abandonam a cidade raiana, improvisam uma cozinha, sala de estar, quartos e até casa de banho para passarem em família e com amigos a quadra da Páscoa.

Semanas antes deste convívio, muitos são aqueles que vão à Ajuda "marcar o sítio", para que, no fim-de-semana da Páscoa, estejam instalados nos melhores lugares.

Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´