Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Monsaraz Museu Aberto celebra a paisagem cultural na vila medieval

Avaliação: / 0
FracoBom 
 
A bienal cultural Monsaraz Museu Aberto abriu ao público esta sexta-feira, dia 13 de Julho, com um programa dedicado à paisagem cultural que pretende abordar o que de melhor se faz na cultura e nas artes do espectáculo. Este certame cultural organizado desde 1986 pelo Município de Reguengos de Monsaraz e que a partir de 1998 se começou a realizar com periodicidade bienal vai decorrer até ao dia 29 de Julho em Monsaraz com entrada gratuita em todos os espectáculos.

Para este fim-de-semana, do programa inicia-se com um workshop denominado "Astrónomos de Palmo e Meio", agendado para as 16.30 horas, que visa a construção de espectroscópios portáteis. Segue-se às 17.00 horas na Igreja de Santiago a conferência "Com Monsaraz no Horizonte: O Recinto Cerimonial Pré-Histórico dos Perdigões", por António Valera, do Núcleo de Investigação Arqueológica da ERA Arqueologia.

Pelas 19.00 horas, no jardim da Casa da Universidade de Évora decorre a apresentação dos vinhos Doc tinto e branco e do tinto reserva Reguengos de Monsaraz – Capital dos Vinhos de Portugal, produzidos pela CARMIM, num evento que terá a actuação do grupo Al-Canti. A partir das 22.00 horas, no Largo D. Nuno Álvares Pereira, sobe ao palco o grupo Monda com os convidados João Gil e Joana Amendoeira.

No domingo, pelas 18.30 horas, no jardim da Casa da Universidade realiza-se um concerto com Edu Miranda Trio e Filipa Pais. Este projecto musical instrumental combina a sonoridade acústica do bandolim de Edu Miranda com as possibilidades harmónicas e melódicas criadas pela guitarra de 7 cordas de Tuniko Goulart e a bateria e a percussão de Giovani Goulart. Filipa Pais leva ao concerto a música tradicional portuguesa, o Fado e as sonoridades da música africana.

Segue-se às 19.45 horas no mesmo local o espectáculo com a formação cubana Havana Way, criada pelo pianista Victor Zamora, e que se apresenta em palco com a voz de Raúl Reyes, piano de Victor Zamora e baixo e percussão de Leo Espinoza. No espectáculo vão ouvir-se os ritmos quentes de Cuba, como o Merengue e a Salsa, num tributo à música tradicional dos anos 30, 40 e 50 desta ilha das Caraíbas, de artistas como Compay Segundo, Ñico Saquito, Los Compadres, Buena Vista Social Club, entre outros.

Às 21.00 horas, junto ao monumento ao Cante, realiza-se a Gala das 7 Maravilhas à Mesa, que será transmitida em directo na RTP. Nesta gala vai estar a mesa promovida pelo Município de Reguengos de Monsaraz, com a gastronomia, o vinho e um roteiro turístico propostos pelo Restaurante Sabores de Monsaraz.

Uma hora mais tarde, às 22.00 horas, no Largo D. Nuno Álvares Pereira, haverá Tango e Folclore Argentino com a orquestra Arcos de Buenos Aires Tango Show. Walter Carranza, violinista e director da orquestra, apresenta um espectáculo com um misto de cor e ritmos em que o Malambo, a Cueca, a Chacarera e a Zamba se misturam com o som e a dança vibrantes do Tango com quatro bailarinos em palco. A orquestra é formada por quatro violinos, duas violas, dois violoncelos e um contrabaixo.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´