Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt

Quatro distritos sob aviso amarelo devido ao vento e ao tempo quente

Quatro distritos de Portugal continental estão até quarta-feira, dia 26 de Julho, sob 'aviso amarelo' devido à previsão de vento forte e por causa do tempo quente, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o Instituto, o distrito de Lisboa vai estar sob "aviso amarelo" entre as 9.00 e as 21.00 horas desta segunda-feira, dia 24 de Julho, devido à previsão de vento forte com rajadas de 70 quilómetros por hora.

Também sob "aviso amarelo" estão os distritos de Portalegre, Évora e Beja, devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

Estes distritos do Alentejo vão estar sob aviso amarelo entre as 12.00 horas de terça-feira, dia 25, e as 21.00 horas de quarta-feira, dia 26 de Julho.

O "aviso amarelo", o terceiro mais grave, significa situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.

ELVAS: GNR aprende 255 doses de cocaína a mulher equatoriana

A Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou este domingo, dia 23 de Julho, ter detido uma mulher, de 38 anos, por posse de droga, a quem aprendeu 255 doses de cocaína e 10,8 gramas de liamba, na cidade de Elvas.

A mulher, de nacionalidade equatoriana, foi detida no sábado e presente, para primeiro interrogatório judicial, ao Tribunal de Elvas, que lhe decretou a medida de coação de prisão preventiva, refere a GNR, num comunicado enviado às redacções.

Segundo a GNR, a mulher, que vai aguardar julgamento no Estabelecimento Prisional de Odemira, circulava de táxi da capital de Espanha, Madrid, para a zona da grande Lisboa, tendo na sua posse as 255 doses de cocaína e 10,8 gramas de liamba.

Além da droga, a GNR também apreendeu à mulher um telemóvel, um tablet, cerca de 200 euros em dinheiro e cerca de 13 quilogramas de um produto em pó encontrado em vários pacotes de farinha e que vai ser analisado pelo Laboratório de Polícia Científica.

Instalações da Escola Básica n.º 1 de Elvas vão ser modernizadas

O Ministério da Educação e a Câmara Municipal de Elvas, celebraram um acordo de colaboração para a requalificação e modernização das instalações da Escola Básica n.º 1 de Elvas, divulgou esta quinta-feira, dia 20 de Julho, a autarquia.

O acordo foi assinado pela secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, e pelo presidente do município, Nuno Mocinha.

Segundo o município de Elvas, o acordo constitui "mais um passo para requalificar e modernizar as instalações de um estabelecimento de ensino com mais de 40 anos de utilização". A obra de modernização da escola envolve verbas da União Europeia, através do Programa Operacional Regional Alentejo 2020, da câmara e do Ministério da Educação.

O presidente da câmara municipal, Nuno Mocinha, mostrou-se satisfeito por "estar cada vez mais perto a concretização de uma obra muito importante para a comunidade escolar" de Elvas.

GAVIÃO: Mais de 200 bombeiros combatem incêndio

Mais de 200 operacionais, apoiados por 44 veículos e quatro helicópteros, estão a combater um incêndio no concelho de Gavião.

Segundo a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre, o fogo deflagrou às 16.11 horas de domingo, dia 23 de Julho, numa zona de floresta, perto da localidade de Domingos da Vinha, na freguesia de Belver.

Cerca das 18.30 horas, o incêndio tinha duas frentes activas e as chamas estavam a ser combatidas por 221 operacionais e 44 veículos de corporações de bombeiros dos distritos de Portalegre, Évora e Castelo Branco e da GNR, apoiados por quatro helicópteros.

As chamas chegaram a ameaçar as aldeias de Areia e Outeiro Cimeiro, as quais foram protegidas. "Não houve problemas e estão fora de perigo", disse a fonte.

MORA: Fluviário com aquário de peixes-disco

Um conjunto de oito peixes-disco, espécie originária da Bacia do Amazonas, na América do Sul, é a mais recente atracção do Fluviário de Mora, divulgou hoje a instituição.

Segundo o Fluviário, foi transformado um aquário para acolher os novos "habitantes", no meio decorado pelo arquitecto Nuno Lecoq, "com rochas flutuantes inspiradas no ‘Avatar’".

Os peixes-disco (Symphysodon spp.) são pequenos ciclídeos de água doce – não ultrapassam os 20 centímetros -, cujas espécies vivem em zonas mais profundas dos rios, normalmente com fundos irregulares, rochosos ou com raízes de vegetação arborícola, explica o fluviário, acrescentando que podem viver entre oito a 15 anos.
Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´