Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt

ELVAS: GNR detém homem de 64 anos por posse ilegal de armas

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve um homem, de 64 anos, por posse ilegal de armas, no concelho de Elvas, no decorrer de uma acção de fiscalização rodoviária de controlo de transporte de azeitona.

Em comunicado, a GNR indicou que a detenção ocorreu na sexta-feira, tendo sido apreendidas duas armas de fogo.

O homem foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Elvas.

ELVAS: Expo Alentejo decorre no Centro de Negócios Transfronteiriço

A primeira edição do certame Expo Alentejo vai decorrer no Centro de Negócios Transfronteiriço (CNT), em Elvas, de 30 de Janeiro a 2 de Fevereiro de 2020, revelou fonte da autarquia elvense.

Segundo o município, as inscrições para participação no certame estão abertas até ao dia 16 de Dezembro.

A iniciativa, de acordo com a autarquia, pretende ser uma mostra de diversos sectores de actividade do Alentejo.

"Da cultura às tradições, da gastronomia ao artesanato, do folclore aos trajes típicos, dos produtos endógenos às ofertas turísticas, das indústrias tradicionais às inovadoras, da agricultura tradicional aos projectos agrícolas pioneiros, cada concelho alentejano tem as suas principais características que se pretendem reunir e apresentar neste certame", referiu a organização.

ALANDROAL: Projeto municipal envolve 127 alunos do 1.º ciclo

Um total de 127 alunos do 1.º ciclo do concelho de Alandroal, estão envolvidos no projecto "Academia do Sucesso", lançado pelo município para promover o sucesso educativo.

Segundo a Câmara Municipal de Alandroal, o projecto, financiado por fundos comunitários, procura também valorizar a cultura local, promover a literacia científica e fomentar as actividades desportivas e culturais para as crianças e jovens do concelho.

No âmbito do projecto, foram criadas actividades complementares em diversas áreas, como música, cante, artes, desporto, robótica e arqueologia, entre outras, as quais decorrem, em contexto escolar, das 16.00 às 17.00 horas.

MORA: Fluviário com aquário de peixes-disco

Um conjunto de oito peixes-disco, espécie originária da Bacia do Amazonas, na América do Sul, é a mais recente atracção do Fluviário de Mora, divulgou hoje a instituição.

Segundo o Fluviário, foi transformado um aquário para acolher os novos "habitantes", no meio decorado pelo arquitecto Nuno Lecoq, "com rochas flutuantes inspiradas no ‘Avatar’".

Os peixes-disco (Symphysodon spp.) são pequenos ciclídeos de água doce – não ultrapassam os 20 centímetros -, cujas espécies vivem em zonas mais profundas dos rios, normalmente com fundos irregulares, rochosos ou com raízes de vegetação arborícola, explica o fluviário, acrescentando que podem viver entre oito a 15 anos.

REGUENGOS: Câmara adere à Rede Solidária do Medicamento

 
O Município de Reguengos de Monsaraz assinou esta quinta-feira, dia  12 de Dezembro, um protocolo com a Associação Dignitude para aderir ao Programa abem: Rede Solidária do Medicamento. A cerimónia, que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho contou com a presença da Presidente da Associação Dignitude, Maria de Belém Roseira, e de representantes de todas as farmácias do concelho.

O programa abem tem como objectivo garantir o acesso ao medicamento em ambulatório por qualquer cidadão que se encontre numa situação de carência económica que o impossibilite de adquirir os medicamentos comparticipados que lhe sejam prescritos por receita médica. Os beneficiários do programa terão um cartão que lhes permite adquirir os seus medicamentos comparticipados a 100 por cento em qualquer farmácia aderente no território nacional.

A autarquia vai identificar e referenciar todos as pessoas que se enquadrem no programa, entregará os cartões abem e comparticipará anualmente com 100 euros por cada beneficiário. O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento tem como destinatários os indivíduos beneficiários de prestações sociais de solidariedade, mas também todos os que se deparem com uma situação inesperada de carência económica decorrente de desemprego involuntário ou de doença incapacitante, entre outras situações de carência que poderão ser também consideradas.

O Município de Reguengos de Monsaraz quer que sejam potenciais beneficiários do programa os agregados familiares cuja capacitação seja inferior a 70 por cento do Indexante dos Apoios Sociais, para enquadrar não só as famílias que através do Cartão Social do Munícipe usufruíam da comparticipação nas despesas efectuadas com a aquisição de medicamentos, mas também outras famílias com comprovada situação de vulnerabilidade económica, dando especial atenção mediante a fixação de uma majoração de 10 por cento na ponderação, para as crianças até aos 18 anos com doença crónica comprovada.

No âmbito do regulamento do Cartão Social do Munícipe, a autarquia tem comparticipado em 50 por cento por beneficiário as despesas com a aquisição de medicamentos sujeitos a receita médica. Desde o final do ano 2016, quando entrou em vigor este apoio no cartão social, a ajuda do município totaliza cerca de cinco mil euros, ficando agora suspensa essa comparticipação devido à adesão ao Programa abem que assume a totalidade do valor dos medicamentos.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´