Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária

MONFORTE: GNR identifica homem por posse ilegal de espécies cinegéticas em cativeiro


 
A Guarda Nacional Republicana (GNR) identificou na passada quarta-feira, dia 10 de Fevereiro,  em Monforte, um homem de 54 anos por posse ilegal de espécies cinegéticas em cativeiro.

Segundo fonte do Comando Territorial de Portalegre da GNR, no decorrer de uma acção de fiscalização para prevenção e detecção de situações ilícitas, os militares da Guarda apuraram que o suspeito detinha em cativeiro quatro javalis (Sus scrofa), motivo que levou à sua identificação.

A GNR elaborou um auto de contra-ordenação por detenção de uma espécie cinegética em cativeiro sem a devida licença, o qual foi remetido ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

ELVAS: Actividade Policial culmina esta quarta-feira com 4 detenções


 
A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve em Elvas, esta quarta-feira, dia 10 de Fevereiro, cerca das 13 horas, dois homens de 22 e 47 anos de idade, por tráfico de produto estupefaciente, nomeadamente de haxixe que daria para, aproximadamente, 196 doses individuais.

A droga foi encontrada no interior da viatura onde os suspeitos circulavam, a qual foi mandada parar por condução irregular.

Ainda no decurso do dia de ontem, a PSP deteve no Bairro da Belhó, em Elvas, um homem e uma mulher, de 31 e 20 anos de idade, respectivamente, pelo crime de injurias e resistência e coação sobre agente da autoridade.

Esta detenções ocorreram quando a tripulação do carro patrulha tentava pôr cobro a uma desordem entre moradores do referido bairro.

Por decisão da Procuradoria da República da Comarca de Portalegre, Procuradoria Local de Elvas, os detidos aguardam os trâmites processuais em liberdade.

Altice Portugal reforça apoio à GNR com equipamentos e comunicações


 
A Altice Portugal volta a aliar-se à Guarda Nacional Republicana (GNR) para dotar todos os comandos territoriais da GNR com os equipamentos e serviço de dados necessários para que milhares de idosos em todo o país possam manter-se próximos das suas famílias.

Numa altura em que a força das circunstâncias obriga os portugueses a permanecer em casa, a Altice Portugal vai colocar à disposição da GNR tablets e cartões de dados móveis que permitirão encurtar distâncias e promover o contacto, através de videochamadas, entre idosos que vivem sozinhos ou isolados e as suas famílias, no âmbito do programa 65 Longe+Perto da GNR.

Para o Presidente Executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, "é com grande orgulho que voltamos a colaborar com GNR e com o trabalho que desenvolve em prol da sociedade, uma vez mais para uma iniciativa de Proximidade, um valor que defendemos e praticamos diariamente na Altice Portugal, e que nesta fase ganha contornos ainda mais importantes. Acreditamos que a tecnologia deve estar ao serviço de causas, de pessoas, e da humanidade, e por isso no que concerne a disponibilizá-la indistintamente a todos os portugueses, não baixamos os braços. Aplaudo de pé esta iniciativa da GNR que vem demonstrar que conhece bem o território, defende-o e protege-o. Parabéns à GNR".

O Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana, Tenente-General Rui Manuel Carlos Clero, considera que "a continuidade desta parceria torna ainda maior a dimensão social do serviço que a Guarda vem prestando junto dos cerca de 42 mil idosos sinalizados pela Guarda como vivendo sozinhos, isolados ou sozinhos e isolados, em especial numa altura de elevada complexidade como aquela que o país atravessa".

Através desta parceria, a GNR dispõe agora de mais meios para fortalecer o trabalho fundamental que desenvolve junto da população portuguesa, em particular junto das camadas mais vulneráveis, que a propósito da crise pandémica que vivemos se veem muitas vezes privadas do contacto com os seus familiares.
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´