Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS: PSP faz cessar convívio com mais de 20 pessoas

 
A Polícia de Segurança Pública (PSP) vez cessar na madrugada da passada quarta-feira, dia 1 de Julho, um convívio que se realizava em Elvas, na via pública, com mais de 20 pessoas.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Portalegre da PSP, face ao estado de alerta que vigora, no âmbito da pandemia Covid-19, este ajuntamento obrigou à intervenção da Divisão Policial de Elvas, com o emprego de vários meios, por forma a fazer cessar esse mesmo convívio.

O facto de a ordem da PSP não ter sido acatada por todos, originou a detenção de três indivíduos: um do sexo masculino e dois do sexo feminino, pela prática do crime de desobediência. Nesta intervenção, foram ainda apreendidos vários objectos que se encontravam na via publica e estavam a ser utilizados pelos indivíduos em causa.
 
Os 3 detidos foram libertados e notificados para comparecerem no tribunal, estando a decorrer o inquérito criminal.

A Polícia de Segurança Pública apela ao cumprimento rigoroso das normas vigentes no estado de alerta anual e informa que, estará atenta a qualquer infracção detectada e fará cessar a mesma, pedindo a colaboração de toda a população elvense para que, nesta fase, se abstenha de qualquer comportamento que seja considerado de risco e que ponha em causa a saúde pública da comunidade.

Reabertura da fronteira com Espanha assinalada esta quarta-feira, dia 1

 
Os chefes de Estado e de Governo de Portugal e de Espanha estiveram esta quarta-feira, dia 1 de Julho, reunidos para assinalar a reabertura da fronteira, fechada nos últimos três meses e meio devido à pandemia. A cerimónia foi simbólica, discreta e teve duas partes, uma em Badajoz e outra em Elvas.

A primeira ocorreu no Museu Arqueológico situado na Alcáçova de Badajoz, pelas 9.45 horas, 15 minutos após a hora agendada. Houve tempo apenas para ouvir os hinos dos dois países (primeiro o português e depois o espanhol) executados pela Orquestra da Estremadura. Sem declarações, sem perder tempo, porque as agendas dos governantes assim o obrigam e as questões seriam colocadas mais tarde.

A segunda parte da cerimónia deu-se no Castelo de Elvas, nos mesmos moldes. No entanto, com uma ligeira nuance: o primeiro hino a tocar foi o espanhol e só depois o português, ao contrário do que tinha acontecido em Espanha. Porém, em Elvas, foi a Banda da Armada que executou os hinos nacionais dos dois países, embora no final o desfecho fosse idêntico: os chefes de Estado e de Governo voltaram a bater palmas.

ELVAS: PSP detém três pessoas por furto qualificado

 
A Polícia de Segurança Pública (PSP) deteve na passada terça-feira, dia 31 de Junho, em Elvas, dois indivíduos do sexo masculino e um do sexo feminino, pela prática do crime de furto qualificado.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Portalegre da PSP, o furto foi praticado em co-autoria e ocorreu numa superfície comercial da cidade de Elvas, tendo sido recuperados todos os artigos furtados, cujo valor é superior a duzentos euros.

Dois dos detidos possuem um largo historial no que respeita à prática deste tipo de ilícitos, pelo que, recolheram às celas de detenção, até serem presentes à Autoridade Judiciária competente.
Faixa publicitária

ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´