Portuguese English French German Italian Spanish
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

ELVAS: AEE promove workshop sob o tema Coaching Empresarial, Liderar para Vender

A Associação Empresarial de Elvas (AEE) promove na próxima sexta-feira, dia 19 de Janeiro, no Hotel D. Luís, em Elvas, um workshop sob o tema "Coaching Empresarial, Liderar para Vender".

Este workshop, tem início marcado para as 16.30 horas, e conta com a presença do formador/coacher empresarial Fernando Baptista, formador de líderes, com vasta experiência na área.

Os interessados em participarem devem formalizar a sua inscrição, através do link: http://goo.gl/gBBN2W, ou directamente na sede da AEE até dia 17/01/2018.

ATLA prepara candidatura aos Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos

 
A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva reuniu na passada quinta-feira, dia 11 de Janeiro no auditório da Biblioteca Municipal de Reguengos de Monsaraz para a apresentação dos Programas de Valorização Económica de Recursos Endógenos (PROVERE) e definição de uma estratégia de eficiência colectiva para a implementação de projectos que desenvolvam o recurso endógeno Alqueva em todas as suas valências. A reunião de trabalho teve a presença dos municípios associados na ATLA, da Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA), Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR-A), Turismo do Alentejo ERT, instituições de ensino superior, associações e agentes económicos da região.

O território de intervenção dos PROVERE contempla os municípios portugueses da ATLA em torno do Lago Alqueva (Alandroal, Barrancos, Moura, Mourão Portel, Serpa, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira e Viana do Alentejo) e restantes municípios do espaço Alqueva influenciados pelo recurso endógeno Alqueva. Na reunião, a CCDR-A apresentou os PROVERE enquanto estratégia de valorização económica de base territorial, dirigido especificamente para espaços de baixa densidade, com o objectivo de fomentar a competitividade desses espaços através da dinamização de actividades inovadoras e fundamentadas na valorização de recursos endógenos do território e tendencialmente inimizáveis.

Durante a sessão foram também abordados os objectivos e tipologias de acção previstas na prioridade de investimento, o apoio à elaboração e acompanhamento das estratégias de valorização económica, as estratégias de marketing e de animação territorial, a criação de redes locais de promoção do conhecimento e inovação assentes numa lógica de recriação de produtos endógenos, concepção de novos produtos, design e marketing inovador para produtos locais. A CCDR-A sublinhou ainda as especificidades do aviso dos PROVERE no que diz respeito à identificação de projectos âncora e projectos complementares.

José Calixto, Presidente da ATLA, afirma que "os objectivos estratégicos da associação visam o desenvolvimento de uma candidatura aos PROVERE para valorizar as fileiras do turismo e da agricultura, a inovação, transformação e comercialização, a qualificação do território, a capacitação e formação dos agentes do território, a valorização de recursos territoriais e de base local, a animação e dinamização, a comunicação e o marketing territorial". José Calixto diz ainda que "a assunção de uma estratégia de base territorial, a constituição de um consórcio com diferentes agentes públicos e privados e a garantia de uma gestão e coordenação, foram alguns dos aspectos considerados por todos como uma enorme mais valia para a alavancagem do território".

A ATLA – Associação Transfronteiriça Lago Alqueva foi criada em 2005 e é constituída pelos municípios de Alandroal, Moura, Mourão, Portel, Reguengos de Monsaraz, Barrancos, Viana do Alentejo, Vidigueira e Serpa, e pelos ayuntamientos de Alconchel, Cheles, Olivença e Villanueva del Fresno.

ELVAS: Câmara investe 100 mil euros na conservação dos dois viadutos do fosso às portas de São Vicente

A Câmara Municipal de Elvas lançou um concurso público para adjudicação da empreitada de conservação e restauro dos dois viadutos do fosso às portas de São Vicente, num valor estimado em cerca de 100 mil euros.

Segundo o município, "os viadutos apresentam degradação dos pilares, pelo que a Câmara, após ter elaborado os necessários estudos e obtido a aprovação das entidades competentes, lançou a obra a concurso, encontrando-se, neste momento, na fase de análise das propostas apresentadas".
Faixa publicitária

AUTENTICAÇÃO


ELVAS.com.pt O Portal da Cidade
´